5 Dicas para não errar ao abrir uma empresa

abrir uma empresa

Conquistar a independência financeira e ter segurança profissional é um dos motivos que levam uma pessoa a empreender. Porém, o que poucos empreendedores sabem é que a etapa inicial de abertura da empresa é um dos processos mais importantes e interfere diretamente no funcionamento e no sucesso do negócio.

Isso porque muitos erros simples e decisões equivocadas são tomadas logo no início da abertura, devido à falta de conhecimentos específicos, habilidades administrativas e suporte contábil.

Por isso, é imprescindível que ao tomar a decisão de abrir uma empresa, independente do porte, você conte com uma contabilidade que lhe oriente em todos os processos.

Se você deseja abrir uma empresa e ainda tem dúvidas do que fazer, confira esses 5 passos e comece do jeito certo.

 

1. Contrate um serviço de contabilidade

O primeiro passo para abrir uma empresa é contratar um serviço de contabilidade. Por ser um processo bastante burocrático e que requer muito conhecimento específico, contar com a consultoria profissional ao abrir uma empresa vai lhe ajudar a entender o seu negócio, a conseguir toda a documentação necessária, conforme a lei, e a ter conhecimento sobre tudo que será necessário para os passos seguintes.

 

2. Defina o Local de Atividade

O local da atividade é crucial para o funcionamento e custos de um negócio em diversas esferas. O primeiro impacto está ligado a tributação do futuro negócio, pois as alíquotas vão variar para os impostos estaduais (ICMS — Imposto sobre circulação de mercadorias e serviços) e municipais (ISS — Imposto sobre Serviços) conforme a localização. A variação de alíquotas em estados e municípios pode ser grande e comprometer todo o planejamento, portanto esteja atento. Também deve ser observado se o local atende as especificações da junta comercial para desempenho da atividade. Por exemplo, um imóvel residencial, na maioria dos casos, pode ser indicado para prestação de serviços, mas não é admitido para atividades comerciais. Também existem regras que devem ser atendidas para o desempenho de atividades industriais, que podem impedir a abertura da empresa nos casos de inconformidade.

 

3. Escolha a melhor natureza jurídica para o negócio

A natureza jurídica determina diversos direitos e deveres de uma empresa, além de definir quantos sócios poderão estar no quadro e qual o limite de suas responsabilidades. Também vai afetar a forma em que a empresa será registrada, seu limite de faturamento, e até suas opções tributárias. Existem várias naturezas jurídicas que classificam uma empresa, são elas: Empresário individual (EI) Sociedade Simples; Sociedade Empresa Limitada (LTDA); Sociedade Anônima (SA) e Sociedade Limitada Unipessoal (SLU).

Ter a natureza jurídica correta é importante para que o empreendedor tenha o seu negócio formalizado e protegido, além de atender as necessidades dos sócios e do próprio negócio.

 

4. Faça a definição correta do CNAE

A Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) define quais atividades a sua empresa irá executar. Devido aos inúmeros formatos de negócios, a listagem de CNAE’s é igualmente extensa, e em muitos casos uma atividade pode ser interpretada em códigos incorretos na listagem disponibilizada pelo IBGE, o que invariavelmente vai gerar transtornos. A indicação incorreta pode afetar o regime tributário, obrigações burocráticas junto ao fisco e até no recolhimento indevido de impostos. Portanto, não ter o CNAE bem definido pode acarretar sérios problemas e prejuízos futuros para o seu negócio.

 

5. Tenha um plano de negócios bem definido

Ter um plano de negócio bem definido é essencial para o futuro de sua empresa.

Planejar bem as suas ações irá nortear todas as suas decisões, não só na abertura de seu negócio, mas também durante todas as atividades de sua empresa. Nele deve constar todas as informações, como, por exemplo, seus produtos e serviços; análise de mercado; plano operacional; plano financeiro; análise de cenário e análises estratégicas, entre outras informações que serão essenciais para a elaboração das metas a curto, médio e longo prazo.

Esses são alguns passos iniciais que você deve priorizar na hora de abrir a sua empresa. Porém, é importante salientar a importância da orientação de um serviço contábil para que esta análise seja feita de forma assertiva e com apoio consultivo necessário.

Veja agora o que priorizar na hora de contratar um serviço de contabilidade.

  • Busque por empresas experientes que possuam profissionais atualizados e qualificados, que prezem pelo atendimento eficiente e humanizado e disponibilizam o suporte necessário sem burocracias;
  • Verifique quais processos a contabilidade demanda mensalmente para que os serviços sejam prestados. Em muitos casos uma contabilidade mais barata pode significar mais trabalho para você. Priorize contabilidades que vão automatizar processos para que você tenha tempo para se dedicar ao sucesso do seu negócio.
  • Procure por referência, verifique se os clientes atendidos estão satisfeitos com os serviços prestados e quanto a empresa contribui para a execução dos processos e crescimento das empresas;
  • Olhe a especialidade da empresa, busque por empresas que investem em tecnologia e inovação e ofereçam agilidade e conhecimento nas demandas;
  • Veja quais serviços são disponibilizados e quais benefícios a empresa oferece em cada um deles. Opte por empresas que ofertem serviços otimizados e que prezem pela segurança de seu negócio;
  • Atente-se aos valores dos serviços prestados. Escolha empresas que ofereçam planos que atendam as demandas de sua empresa, que ofereçam descontos e benefícios, e que não cobrem por serviços e taxas extras;

     

     

Agora que você já sabe o que fazer e quais escolhas deve priorizar ao abrir a sua empresa, dê o primeiro passo e busque por uma empresa atualizada, que seja referência no mercado e execute com excelência as necessidades de seu empreendimento.

Visite o site da Lucralize. A empresa prestadora de serviços de contábeis do grupo Linkcom, oferece consultoria gratuita na abertura de sua empresa; atendimento digital ágil, com profissionais à disposição por whatsapp, telefone e plataforma digital; análise de benchmarks para potencializar as decisões; serviços de integração contábil — contabilidade integrada com sistema ERP que automatiza os processos, facilita as tarefas administrativas e disponibiliza atendimento digital para que os clientes não percam tempo separando e enviando documentos e planos a partir de 250 reais mensais.

Em 2020, criamos a Check com o propósito de ajudar microempreendedores e pequenos negócios a proteger um dos maiores ativos de uma empresa: a marca!

Com um processo 100% online, seguro, transparente e investimento acessível, desburocratizamos essa conquista tão importante para qualquer negócio: o registro de marca no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

E assim, já cuidamos de mais de 2 mil processos de registro de marca pelo mundo!

últimas postagens

quanto custa registrar uma marca

Quanto custa registrar uma marca? 

O processo para registrar uma marca possui um custo que pode variar dependendo de alguns fatores mas, principalmente:  Taxas para registrar uma marca  O registro

patentear nome

Você sabe como patentear nome? 

Não é possível PATENTEAR nome, pois as patentes são destinadas à proteção de invenções e descobertas. No entanto, você pode REGISTRAR um nome como uma

registre a sua marca!

Conte com a gente para cuidar da proteção da sua marca de forma simples e profissional!

o que você quer fazer hoje?

Quero verificar se a minha marca está disponível para registro no INPI

Já estou pronto(a) para iniciar o registro no INPI

×