Atualização da política de marcas registradas do Google ADS

Uma mudança que fortalece ainda mais a importância de ter sua marca registrada para ter segurança nas suas campanhas de tráfego

O Google anunciou que a partir da próxima segunda-feira, dia 24 de julho, vai entrar em vigor uma atualização na sua política de marcas registradas. Essa nova política traz importantes mudanças para empresas que possuem o registro de marca e precisam lidar com casos de cópia ou uso indevido da sua marca em anúncios de terceiros.

De acordo com o comunicado divulgado no site da empresa, a atualização estabelece que serão aceitas e processadas “apenas denúncias de violação de marca registrada contra anunciantes e/ou anúncios específicos”. Isso significa que as denúncias, que antes poderiam ser feitas de forma geral, agora precisam ser mais específicas.

Além disso, a nota informa que, “como parte da migração para um novo sistema de aplicação de políticas e conforme novos envios forem feitos de acordo com a política atualizada, as restrições de marca registrada implementadas antes de 24 de julho de 2023 serão descontinuadas gradualmente para a maioria dos anunciantes nos próximos 12 a 18 meses. Consulte a política de marcas registradas do Google Ads para mais informações“.


O que isso interfere nas minhas campanhas de Google Ads

Quando o assunto é anunciar na maior plataforma de buscas do mundo, quem trabalha com Gestão de Tráfego ou faz uso dos Ads para o seu negócio sabe o quanto a empresa é rigorosa nas suas medidas e políticas de privacidade e proteção de marcas.

Só em 2022, por exemplo, o Google bloqueou ou removeu mais de 140 milhões de anúncios por violar a política de declarações falsas, em sua maioria anúncios que continham alguma fraude, como a prática de phishing.

Agora, com a medida que entra em vigor a partir de 24 de julho, os anunciantes terão a sua disposição um canal mais direto para denunciar o uso indevido de marcas registradas com foco específico em anúncios, facilitando o monitoramento e garantindo ao proprietário do registro um maior controle sobre os usos indevidos.

Confira alguns exemplos de restrição apontados pelo próprio Google na sua página de suporte:

  • O Google vai restringir:
    • Se a marca registrada for usada em um anúncio de um concorrente direto.
    • Se o anúncio estiver usando a marca registrada de forma confusa, enganosa ou falsa.

 

Quem tem o registro sempre sai ganhando!

De forma geral, essa nova política representa mais uma vitória para quem é dono da marca e possui seu registro no INPI. Título essencial para o sucesso e fortalecimento das marcas no ambiente virtual, que ganha, ano após ano, mais recursos e regulamentações.

Se você trabalha com Gestão de Tráfego ou é proprietário de uma marca, conte com a Check para ser sua parceira no registro, que vai garantir proteção para você e também para os seus clientes.



 

Em 2020, criamos a Check com o propósito de ajudar microempreendedores e pequenos negócios a proteger um dos maiores ativos de uma empresa: a marca!

Com um processo 100% online, seguro, transparente e investimento acessível, desburocratizamos essa conquista tão importante para qualquer negócio: o registro de marca no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

E assim, já cuidamos de mais de 2 mil processos de registro de marca pelo mundo!

últimas postagens

quanto custa registrar uma marca

Quanto custa registrar uma marca? 

O processo para registrar uma marca possui um custo que pode variar dependendo de alguns fatores mas, principalmente:  Taxas para registrar uma marca  O registro

patentear nome

Você sabe como patentear nome? 

Não é possível PATENTEAR nome, pois as patentes são destinadas à proteção de invenções e descobertas. No entanto, você pode REGISTRAR um nome como uma

registre a sua marca!

Conte com a gente para cuidar da proteção da sua marca de forma simples e profissional!

o que você quer fazer hoje?

Quero verificar se a minha marca está disponível para registro no INPI

Já estou pronto(a) para iniciar o registro no INPI

×