Dicas para escolher o nome da sua marca e facilitar o registro no INPI

Escolher um nome para a sua marca pode parecer simples, mas essa decisão é crucial para o sucesso do seu negócio e para o registro no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Afinal, o nome escolhido será a identidade da sua empresa e será usado para identificar seus produtos e serviços. 

Mas, não é qualquer nome que pode ser registrado como marca. O INPI tende a rejeitar solicitações de registro de marcas que contenham palavras excessivamente comuns, genéricas ou descritivas (como adjetivos). 

Confira algumas dicas que podem te ajudar nesse processo tão importante de naming: 

 

1) Seja criativo e único para conseguir o registro no INPI

Um dos principais fatores a serem considerados na escolha de um nome para a sua marca é a criatividade. Um nome original e único é mais fácil de registrar e proteger legalmente. 

Nomes comuns e genéricos podem ser facilmente confundidos com outras marcas já registradas ou com os próprios produtos ou serviços que a marca visa identificar e, portanto, são mais difíceis de serem registrados pelo INPI. 

Portanto, evite escolher nomes óbvios que podem ser facilmente associados ao seu setor de atuação e invista em um nome original, criativo e fácil de memorizar.

 

2) Pesquise e verifique a disponibilidade no INPI

Antes de escolher um nome para a sua marca, é importante fazer uma pesquisa para verificar se ele já não está sendo usado por outra empresa dentro de segmento mercadológico idêntico, semelhante ou afim ao que você pretende atuar. Isso inclui fazer a pesquisa de disponibilidade no INPI, domínios de internet, redes sociais e outros canais digitais. 

E, infelizmente, está cada vez mais difícil encontrar nomes disponíveis. Por isso, se você ainda não escolheu o nome e não o registrou, é melhor correr. Novas empresas surgem o tempo todo e, uma delas, pode escolher o nome que você tem em mente. 

 

3) Considere a pronúncia e a grafia

O nome escolhido deve ser fácil de pronunciar e escrever para que as pessoas possam se lembrar facilmente dele. Nomes complicados e difíceis de pronunciar podem afetar a lembrança do seu público e dificultar o reconhecimento da sua marca. Portanto, opte por um nome simples e, de preferência, curto.

 

4) Evite nomes geográficos e descritivos

Evite escolher nomes que sejam geográficos, como nomes de cidades, estados ou regiões, eles podem limitar o alcance da sua marca e dificultar a expansão para outras regiões.

Você também deve evitar nomes descritivos, ou seja, nomes que descrevem o próprio produto ou serviços que a marca visa identificar. Por exemplo, “Doces finos” para identificar doces ou “Moda Fitness” para identificar roupas de ginástica. Esses nomes são considerados descritivos e não podem ser registrados isoladamente, apenas se estiverem associados a outros nomes distintivos. 

Também evite expressões com adjetivos como “O Melhor”, pois pode ser considerada como expressão de propaganda e o registro desse tipo de marca não é permitido pelo INPI.

 

5) Registre sua marca no INPI

Após escolher um nome para a sua marca, verificar todos os requisitos de disponibilidade, é fundamental realizar registro no INPI para protegê-la legalmente. Mas, é necessário fazer isso rápido.

Já imaginou, você gastar muito tempo definindo um nome estratégico e perder ele, pois outra marca o registrou primeiro? 

E o registro é a única forma de proteger sua marca contra uso não autorizado e violações de direitos marcários. Isso também ajuda a estabelecer sua marca no mercado e aumentar sua credibilidade junto ao público.

E, para isso, você pode contar com a gente! Fazemos todo o processo, desde uma pesquisa minuciosa de disponibilidade até o registro.

E tudo de forma descomplicada e 100% online. 

Fale com a gente agora mesmo e não deixe que o seu concorrente registre a sua marca antes de você, viu? 

Em 2020, criamos a Check com o propósito de ajudar microempreendedores e pequenos negócios a proteger um dos maiores ativos de uma empresa: a marca!

Com um processo 100% online, seguro, transparente e investimento acessível, desburocratizamos essa conquista tão importante para qualquer negócio: o registro de marca no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

E assim, já cuidamos de mais de 2 mil processos de registro de marca pelo mundo!

últimas postagens

quanto custa registrar uma marca

Quanto custa registrar uma marca? 

O processo para registrar uma marca possui um custo que pode variar dependendo de alguns fatores mas, principalmente:  Taxas para registrar uma marca  O registro

patentear nome

Você sabe como patentear nome? 

Não é possível PATENTEAR nome, pois as patentes são destinadas à proteção de invenções e descobertas. No entanto, você pode REGISTRAR um nome como uma

registre a sua marca!

Conte com a gente para cuidar da proteção da sua marca de forma simples e profissional!

o que você quer fazer hoje?

Quero verificar se a minha marca está disponível para registro no INPI

Já estou pronto(a) para iniciar o registro no INPI

×