Os erros mais comuns ao registrar uma marca

Registrar Marca

Registrar uma marca no INPI é um processo importante para qualquer empresa que deseja proteger sua propriedade intelectual e se diferenciar no mercado. No entanto, muitas pessoas acabam cometendo erros, na hora de registrar uma marca, que podem ter consequências negativas a longo prazo. Por isso, se você está planejando registrar uma marca, é importante estar ciente dos erros mais comuns que as pessoas cometem para evitar que isso aconteça com você.

Esses são os erros mais comuns que as pessoas comentem ao registrar uma marca:

1) Não fazer busca prévia de marca

É importante fazer uma pesquisa completa de marcas registradas antes de registrar a sua própria marca. Caso contrário, você pode acabar escolhendo uma marca que já está em uso, o que pode resultar em processos legais e até na perda de sua marca.

É importante fazer uma pesquisa completa de marcas registradas na base de dados do INPI antes de iniciar o processo de registrar uma marca. Caso contrário, você pode acabar escolhendo uma marca que já está registrada, o que pode resultar em indeferimento do seu registro de marca e até processos judiciais por uso indevido de marca registrada.

2) Não escolher as classes corretas

Hoje, existem 45 classes e o registro de uma marca deve ser feito em uma ou mais classes específicas de produtos ou serviços, de acordo com a atividade da sua empresa. Se as classes escolhidas não estiverem corretas, a marca pode não ter a proteção adequada.

3) Não preencher corretamente o formulário de registro

O processo de registro requer o preenchimento de um formulário específico. É importante preencher tudo corretamente e com atenção, pois erros ou omissões podem atrasar ou até mesmo impedir o registro da marca.

4) Não apresentar a documentação correta

O processo de registro requer a apresentação de diversos documentos e declarações, comprovantes de pagamento de taxas e outras documentações relevantes. Se a documentação não estiver completa ou correta, o registro da marca pode atrasar ou até ser negado.

5) Não monitorar a marca registrada

Depois que a marca é registrada, é importante monitorar regularmente se há terceiros utilizando marcas semelhantes ou idênticas. Caso isso aconteça, medidas legais podem ser tomadas para proteger a marca registrada.

6) Não renovar a marca no prazo correto

O registro de marca tem validade de 10 anos e existem prazos para renová-lo. Muitas vezes, as pessoas acabam esquecendo de renovar a marca no prazo correto, o que pode levar à perda da marca e à necessidade de um novo registro.

7) Não utilizar a marca registrada corretamente

Uma vez que a marca é registrada, é importante utilizá-la corretamente para manter seus direitos de propriedade intelectual. Utilizar a marca de forma indevida ou desrespeitando as normas pode levar à perda dos direitos sobre a marca.

Uma vez que a registrada, é importante utilizá-la corretamente, isto é, da forma que a marca foi registrada, para manter seus direitos de propriedade intelectual. Utilizar a marca de forma diferente do que consta no registro, modificando a escrita ou o logotipo, pode levar à perda dos direitos sobre a marca.

8) Não contratar um profissional especializado

Por fim, um erro bastante comum é não contar com a ajuda de um profissional especializado em registro de marcas. A contratação de uma empresa de registro de marcas pode evitar muitos dos erros mencionados acima e garantir que o processo de registro da marca seja feito de forma correta e eficiente. Fazer esse processo sozinho pode ser o famoso “barato que sai caro”.

Se você quiser registrar a sua marca de forma descomplicada, 100% online e segura, entre em contato com a gente!

Em 2020, criamos a Check com o propósito de ajudar microempreendedores e pequenos negócios a proteger um dos maiores ativos de uma empresa: a marca!

Com um processo 100% online, seguro, transparente e investimento acessível, desburocratizamos essa conquista tão importante para qualquer negócio: o registro de marca no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

E assim, já cuidamos de mais de 2 mil processos de registro de marca pelo mundo!

últimas postagens

registro de marca

Como funciona o processo de registro de marca?

O processo de registro de marca é um procedimento legal e burocrático pelo qual uma empresa ou indivíduo solicita a proteção legal de sua marca

registre a sua marca!

Conte com a gente para cuidar da proteção da sua marca de forma simples e profissional!

o que você quer fazer hoje?

Quero verificar se a minha marca está disponível para registro no INPI

Já estou pronto(a) para iniciar o registro no INPI

×